Guia Compacto do Processo Penal conforme a Teoria dos Jogos

Guia Compacto do Processo Penal conforme a Teoria dos Jogos
Alexandre Morais da Rosa

Kindle - Meu livro novo

O meu livro Jurisdição do Real x Controle Penal: Direito & Psicanálise, via Literatura foi publicado pela http://www.kindlebook.com.br/ na Amazon.
Não precisa ter o Kindle. Pode-se baixar o programa e ler o livro. CLIQUE AQUI

AGORA O LIVRO PODE SER COMPRADO NA LIVRARIA CULTURA - CLIQUE AQUI

Também pode ser comprado na LIVRARIA SARAIVA - CLIQUE AQUI

LIVROS LUMEN JURIS - CLIQUE AQUI

22/04/2009

STF Bate Boca Brasil ou BBB Jurídico

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u554762.shtml

Parte de um artigo que escrevi:


.... Assim é que se pode, quem sabe, apontar a relação entre um Ministro que aparece na TV Justiça e um participante do Big Brother Brasil. Esta colocação que parece ser ingênua ou mesmo abusada, se tivermos calma, pode fazer sentido. Talvez por ela se possa entender, por qual motivo, vivemos no Brasil uma espécie de Anormia Hermenêutica, na qual o texto pouco importa em nome de decisionismos... O imaginário televisivo transformou a relação do sujeito com a mídia, especialmente porque ela proporciona, em nome da transparência da informação, aquilo que a psicanálise clama de "gozo escópico", em que ver e ser visto acaba sendo o padrão de atuação. Pode ser que ao se perceber que o Direito não é Natural, mas construído pela sociedade, o sujeito possa, do seu lugar, sentir-se autorizado pela imagem que constrói de um lugar de exceção, quando não salvacionista. E aí tanto faz se da Constituição, da Moral e dos Bons Costumes ou de maneira não excludente de sua imagem narcísica. Neste imaginário coletivo em que o STF ocupa uma posição aparentemente por ele mesmo designada, de SUPREMO, a coisa possa passar por grandes problemas. E a TV Justiça abre o espaço para construir o imaginário coletivo. Uma simples passada pelo famoso site de vídeos youtube.com, digitando-se STF, deixa evidenciado que o principal item mostrado são as brigas, enfrentamentos e discussões ásperas dos Ministros, cuja função, neste lugar, não é outra senão a de fazer rir. Dito diretamente a jocosidade busca fazer rir, tanto assim que o vídeo denominado "Bate Boca no STF" já foi visto mais de 37 mil vezes...! Isto é um sintoma grave do que se passa e não pode ser tratado como uma simples curiosidade, justamente porque diferentemente de alguns ministros, outros preferem ou precisam apresentar-se como os salvadores da nação. Um sujeito deste, ao invocar a essência democrática em nome do sentimento do povo, do qual é o legítimo tradutor, o autoriza, por si, a criar o direito que imagina justo e verdadeiro, a despeito de qualquer amarra ou limite, ou seja, na maior missão salvacionista. E a história mostra o risco totalitário que isto representa.

5 comentários:

  1. Eu A-D-O-R-O (ui, nega!) quando eles se ofendem a torto e a direito sem abrir mao do "Vossa Excelencia...".

    ResponderExcluir
  2. Prezados,

    Devemos refletir sobre o ocorrido no Plenário do Supremo Tribunal Federal, mas, acima de tudo, procurarmos, a necessária sustentação, entre as decisões proferidas pelo Supremo Tribunal Federal neste último ano. Afinal, várias destas decisões, de certa forma, respaldam muitas das colocações propaladas, na mídia, pelo Excelentíssimo Presidente do Supremo Tribunal, muito embora, não estejam devidamente fundamentadas pela Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, ou mesmo, pelo Estatuto da Magistratura. Algo, que, agrega, em essência, conteúdo, objetivo e concreto, ao colocado pelo Excelentíssimo Ministro Joaquim Barbosa.
    Estas poucas palavras, tem a preocupação de trazer à questão, o fato concreto, de que o Excelentíssimo Presidente do Supremo Tribunal Federal, de forma objetiva, tem se “perdido” ao falar sobre e com base no Direito Constituído, o que nos coloca, a certeza, de que Respeito, apenas e tão somente, NÃO SE OUTORGA, uma vez que, é conseqüência natural da pura CONQUISTA, logo, até que ponto, a Nota em apoio ao Excelentíssimo Presidente do STF, por OITO Excelentíssimos Ministros do STF, PODE estar comprometendo o próprio SABER JURÍDICO, ou melhor, até que ponto pode comprometer a LISURA, a INDEPENDÊNCIA, a CAPACIDADE DE AVALIAÇÃO IMPARCIAL de seus Membros, onde o PURO e simples Corporativismo é INACEITÁVEL, ou mesmo, INADMISSÌVEL.

    Para fundamentar as colocações acima apresento os documentos:

    Manifestacoes_ao_STF_12292_12889_e_12908
    http://www.scribd.com/doc/13374649/ManifestacoesaoSTF1229212889e12908

    Sugestao ADPF Lei de Imprensa
    http://www.scribd.com/doc/13889730/Sugestao-ADPF-Lei-de-Imprensa

    CNJ STF ANULAR Decisao Raposa Do Sol
    http://www.scribd.com/doc/13502960/CNJ-STF-ANULAR-Decisao-Raposa-Do-Sol

    O Judiciario Brasileiro e Acima de Tudo Um Poder BUROCRATA ?
    http://www.scribd.com/doc/13157900/O-Judiciario-Brasileiro-e-Acima-de-Tudo-Um-Pod

    PGR ADPF Foro Privilegiado
    http://www.scribd.com/doc/13953340/PGR-ADPF-Foro-Privilegiado

    Prisao So Com Decisao Transit Ada Em Julgado
    http://www.scribd.com/doc/11822011/Prisao-So-Com-Decisao-Transit-Ada-Em-Julgado

    Manifestacao STF ILEGITIMIDADE Infidelidade Pa
    http://www.scribd.com/doc/9357083/Manifestacao-STF-ILEGITIMIDADE-Infidelidade-Pa

    Abraços,
    Plínio Marcos

    ResponderExcluir
  3. O Leao e a Raposa.
    Ministro Joaquim Barbosa, após discurso técnico jurídico, discorda, tal um Leao da postura de parcialidade do Ministro Gilmar Mendes, é só avaliar o início do debate.
    Que o Ministro Gilmar, antes de tudo,é político a sociedade sabe, que o nobre julgador meteoricamente conseguiu dilapidar a nossa Polícia Federal e favorecer as ilicitudes do Sr Daniel Dantas, tambem é notório a todos.
    Porem com astucia e sorte favorável, o estado E a corte lhe outorgaram a Presidência do STF.
    O Corporativismo dos demais membros me surpreendeu, a nota nao deveria ser de apoio, e sim de repudio a bravata de ambos os Ministros.
    Porem há de se reconhecer que a réplica do Ministro Barbosa, foi legitima, refutou e contestou veementemente o Presidente do STF,o qual se restou prejudicado, exigindo como Presidente nada mais....Nos termos... Me Respeite Ministro.
    Já que as preliminares deste engodo todo nao favoreceu o Ministro Político e Canditado Gilmar Mendes, porem elevou ao Afro-Ministro Joaquim Barbosa a Condiçao de dobradinha com a Ministra Dilma, já que os cariocas o elevaram em condiçoes de comparação aos Lideres Nelson Mandela,Barack Obama, é conveniente e salutar que ambos sejam levados, ao que a alta corte decidia e julgava , ou seja APOSENTADORIA COMPULSÓRIA A AMBOS OS MAGISTRADOS.
    A Sociedade nao pode ter uma Suprema Corte que nao esteja determinada e sintonizada a cumprir os ditames legais da Constituição Federal.
    Politicos e Fazendeiros, quer sejam honestos ou nao, nao podem estar no âmago do STF, casa
    que interesa somente o saber juridicos nas decisões tomadas.
    Alvaro Souza
    alvarosc63@gmail.com
    Acadêmico de Direito
    UNOESC PZO SC

    ResponderExcluir

Mega Big Brother

Contador de visitas